Pular para o conteúdo principal

Postagens

Viagem a Trabalho e com Diversão – Dia Seguinte

Na manhã seguinte acordei com muita dor na bunda e todo melado nas pernas da porra que escorreu, deixei todos tomarem banho primeiro. No banho coloquei a mão e pode ver como meu buraquinho tinha sido arrombado. Me vesti e fomos todos para o trabalho, estava muito preocupado com o que poderia acontecer, os comentários e saber quem havia me comido, o dia transcorreu normalmente, ninguém disse nada e passamos trabalhando o tempo todo, o silêncio me deixava mais preocupado ainda, mas sabia que seria fodido novamente na noite. Trabalhamos até próximo das 19hs, novamente o Fernando nos convidou para irmos jantar e aproveitar a noite, concordei, mas disse que queria pegar minhas coisas e ir no hotel tomar um banho, porque durante o dia minha calcinha melou toda com a porra que ainda desceu do rabinho e assim ocorreu e quem foi me levar para o hotel foi o Pedro, cara alto, moreno, musculoso e muito boa gente, conversamos pouco no caminho, me deixou no hotel dizendo que retornaria em uma hora …
Postagens recentes

Viagem a Trabalho e com Diversão

Nessa época eu trabalhava em um grande banco e viajava com certa frequência e numa dessas viagens fui visitar uma agência numa cidade do interior do Paraná. Logo que cheguei fui recepcionado por um colega de nome Fernando, conversamos rapidamente porque estava atrasado para a reunião, a viagem acabou me atrasando, trabalhamos até a noite e nem tive tempo de largar minha bagagem no hotel. Depois do trabalho o Fernando e mais 3 amigos convidaram para irmos jantar e curtir um bar, agradeci o convite, mas eles insistiram tanto que acabei aceitando, fomos num barzinho e depois jantar. Achei que eles iriam me deixar no hotel, mas acabamos indo para uma boate com garotas de programa, bebemos até depois da meia-noite. Avisei ao Fernando que iria pegar um taxi e ir para o hotel, porque no dia seguinte tinha compromisso logo cedo, mas ele disse que não e que iria me levar e convidou todos os demais para irmos embora, avisei qual o hotel que estava, mas o Fernando disse que estava muito tarde pa…

Um Desconhecido no Parque

Certa terça-feira a tarde resolvi dar uma volta no parque, na orla do rio que banha minha cidade, o local é cercado por pequenas árvores e arbustos, muitas pedras grandes e areia por todo lado, existe ainda pequenas cabanas improvisadas usadas por mendigos e pessoas pobres catadores de lixo. Andava bem despreocupado, curtindo o vento, as garças, o rio, depois de um tempo andando, encontrei um cara sentado em uma pedra ao lado do seu carrinho, cumprimentei, mas ele não respondeu apenas me olhou com curiosidade. Depois que passei por ele me chamou e pediu umas moedinhas para comprar crack (bem sincero assim), disse que não tinha e continuei andando. Ele veio atrás de mim e me ofereceu umas bugigangas em troca de um dinheiro, perguntei o que era e me convidou para ir até o acampamento dele que mostraria, meio com receio aceitei, chegando lá era uma pequena barraca de plástico entre duas árvores e ele me mostrou que não tinha comida e queria comprar um pão, um café e uma pedrinha de crac…

Na Sala de Video Erotico

Esse fato ocorreu em dezembro do ano passado. Estava muito excitado e querendo algo diferente. Era uma tarde de quarta-feira, dia muito quente, resolvi ir numa dessas salas de vídeo erótico. Liguei para várias e achei que a melhor uma era próxima do centro da cidade, porque o ingresso era mais em conta e frequentada por um público mais popular e em quantidade maior de héteros (normalmente esses locais são frequentados por muitos gays). Chegando lá passei um tempinho me acostumando com a escuridão, pois lá fora tinha um sol intenso e não estava enxergando quase nada. Logo em seguida alguém passou a mão na minha bunda, mas não consegui ver quem era e fiquei quieto. Assim que estava enxergando bem percorri todos os ambientes, as salas de vídeos, cabines privativas, corredores, darkroom, alguns cantos secretos, outros cantos com cama coletiva e os quartos privativos com pequenas camas, ambiente bem legal e no andar de cima havia show de strepper. Quando estava passando por um corredor esc…

Meu cunhado na festa de Reveillon

No réveillon de 2016 passamos na casa da irmã da minha esposa, na casa do meu cunhado. Tivemos um dia cheio, muitas compras, preparativos, claro que a bebida rolou solta desse o almoço. Além das duas famílias haviam muitos amigos, tinha uma galera e tanto. Combinamos que a virada iríamos todos para a beira do mar assistir ao espetáculo dos fogos. Preparamos tudo, a janta, carregamos os carros com muita bebida, queríamos aproveitar ao máximo. Foi um longo dia, com muitas saídas para feira, super, lojas. Numa dessas saídas, fomos eu e meu cunhado buscar uns itens que estavam faltando para a ceia, fomos no super, num atacado e nas bancas da cidade, tudo muito demorado, havia muita gente nas ruas e no comércio. Lá pelas tantas, meu cunhado rumou para um bairro desconhecido, um local um tanto deserto, disse que iria ver um cachorro que estava a fim de ganhar e fomos até uma vila longe, alguns casebres, mas poucos habitados. Num desses casebres ele parou e um cara nos recebeu, conversaram …

Chantagem no Shopping

Certa vez recebi um telefonema de um cara que disse que sabia que eu era putinha, que gostava de dar a bundinha e gostava de me vestir de mulher. Não dei conversa e desliguei o telefone. Ligou de novo e me disse que se eu desligasse iria contar para minha família. Achei melhor escutar, ele me disse que tinha umas fotos minhas, retruquei que era mentira e que iria desligar o telefone, mas ele insistiu e me disse que iria mandar a prova por mensagem e desligou. Minutos depois chegou uma foto e realmente era um das que meu cunhado tinha feito outro dia, em seguida tocou o telefone e novamente o cara foi logo dizendo, então reconhece, fiquei gelado por uns segundos e tentei desconversar dizendo que era uma bobagem, uma brincadeira de carnaval e que se ele não parasse iria denunciá-lo e desliguei. Minutos depois recebi outra mensagem ameaçadora e mais umas fotos vestida de mulher, fiquei puto e liguei para ele, tentei desconversar dizendo que aquilo foi uma brincadeira e coisa e tal, mas …

Visita de Surpresa do Cunhado

Era uma terça de inverno, chovia sem parar e estava bem frio. Naquele dia fiquei em casa e, como sempre que isso acontece, gosto de me vestir bem feminina e curtir a sensação de ser mulher. Tomei um banho, me depilei e vesti uma meia-calça, calcinha azul de rendinha, sutiã também azul com rendinhas nas pontas, uma básica, vestido de mandas com gola fofa, calcei uma sandália agulha, coloquei brincos, colares, pulseiras e anéis, estava bem gostosa e feminina, fiquei assim me curtindo. Preparei meu almoço e, quando ia começar a almoçar tocou o interfone e o porteiro me avisou que meu cunhado estava na recepção, fiquei gelado, mas autorizei sua entrada. Pensei em tirar as roupas rapidamente, mas não deu tempo, porque menos de dois depois tocou a campainha, abri a porta e ele entrou admirado comigo vestido daquele jeito e me disse que sabia que eu era putinha, mas não imaginava que gostasse de me vestir como uma mulher, tentei explicar, mas ele nem deixou dizendo que estava ótimo assim, q…

Fui Putinha do Meu Irmão Quando Adolescente

Bom, como escrevi em outro conto, eu sempre fui menina com meus amiguinhos, eles gostavam de comer minha bundinha nas brincadeiras em grupo, tais como aquelas em que tinhamos que nos esconder (tipo esconde-esconde), quase sempre um amiguinho queria se esconder comigo e acabava me melando todo o cuzinho, as pernas e a bunda. Eu sempre tive meu pau pequeno e isso era motivo de gozação entre eles, mas eu não ligava para nada. Bom quando eu tinha uns 12 anos, um dos meus irmãos descobriu minha fraqueza e acabou me chantageando por muito tempo (acho que ele me comeu por uns dois anos seguidos). Ele tinha 15 anos na época e, como vocês sabem, a gente do interior era meio boboca e naquela época as coisas aconteciam quase que ao natural, sem essa questão de abuso de hoje em dia. Como éramos em mais irmãos, dividíamos o mesmo quarto grande e havia uma cama de casal que era dividida entre eu e esse meu irmão (já que éramos os mais novos). Certa vez, um vizinho nosso (um carinha moreninho, da mi…

Na visita do meu cunhado, fui sua puta novamente

Depois daquele fato ocorrido em que o pedreiro do meu cunhado e ele próprio me comeram em sua casa, eu sabia que seria chantageado mais cedo ou tarde. Pois é, um tempo depois meu cunhado me ligou dizendo que viria a minha cidade e gostaria de almoçar comigo na minha casa e queria que eu preparasse o almoço. Bem no dia em questão levei minha esposa para o trabalho como de costume e voltei para casa, comecei a preparar o almoço. Lá pelas 11 horas ele me ligou dizendo que estava chegando e que queria ser tratado muito bem, queria um drink, o almoço bem gostoso e mais, queria que eu estivesse vestida completamente de mulherzinha, bem gostosinha para ele. Terminei o almoço pouco depois, tomei um banho e aproveitei para me depilar as penas, a bundinha, o saco e o rego e tudo que pude. Vesti uma calcinha de renda preta, meias 7/8, sutiã pretinho de renda, uma sainha tipo tubinho coladinha preta, uma blusinha branca, cinto e sandálias de salto 15, uma mulherzinha perfeita. Em seguida o portei…